Parcelar o IPTU: Como fazer e quais os juros

Com o começo do ano várias taxas e impostos começam a surgir. Para as empresas, esta taxa é o IRPJ. Para os proprietários de veículos, este valor é o IPVA. Enquanto para os donos de imóveis, esta taxa é o IPTU.

Na maioria dos casos, como para o IPTU, é possível parcelar o valor total. Você sabe como fazer? Leia o texto a seguir e entenda como funciona o parcelamento do IPTU.

O que é o IPTU?

O IPTU é a sigla para Imposto Predial e Territorial Urbano e é um valor aplicado para aqueles que possuem imóveis no brasil, seja ele comercial ou para moradia. A taxa é destinada tanto para pessoa física, como para pessoa jurídica.


Para quem mora em área rural, a taxa é o Imposto Territorial Rural (ITR). Em alguns estados, o valor arrecado com o IPTU é uma das principais verbas para o Governo e o seu intuito é fiscal.

Há uma grande expectativa para controle de preço de propriedade para o IPTU 2019. O cálculo do imposto é realizado a partir do valor da propriedade sobre os impostos pagos.

Como parcelar o IPTU e quais os juros?

O IPTU sofre influência de vários fatores, como por exemplo o tamanho do terreno e o preço por metro quadrado na região. Por isso, nos estados em que o custo de vida é mais alto, o imposto pode ser mais caro, como é o caso do IPTU SPMas apesar das variações, é importante mencionar que você pode parcelar a taxa do imposto.

A opção mais simples para se parcelar o IPTU é por meio de carnê, que pode ser enviado para o endereço do contribuinte se solicitado. O que nem sem sempre levamos em consideração é que sempre há juros embutidos nas parcelas realizadas. Em 2017, o juros para as parcelas do IPTU em São Paulo foi de 0,92%.


Quem paga o imposto à vista pode receber uma ótima porcentagem de desconto e pagar menos no que deveria. Mas se for realmente necessário parcelar, você pode calcular quanto de juros irá ser acrescentado no total. Considere a quantidade de meses em que você dividirá o IPTU, o valor total, a parcela e o valor financiado.

A dica é parcelar em poucas prestações para não ser pego pelos juros. Vale lembrar que existe um prazo para o pagamento do IPTU e ultrapassar a data pode render multas e acréscimo de juros, portanto, quanto antes você fizer orçamento das taxas, melhor!

Comentários

Postagens mais visitadas